Zidane Magic ilumina o Hampden Park

Pode não ser óbvio para todos, mas Hampden Park e Real Madrid têm uma relação muito próxima. Embora os dois estejam a quase 2.400 quilômetros de distância, o local escocês tem um lugar muito especial no coração dos torcedores do Los Blancos.

A casa do futebol escocês, Hampden Park já foi palco de uma infinidade de finais de taças e tem sido palco de algumas atuações europeias impressionantes. Aqueles de uma certa safra vão lembrar a incrível final do Real Madrid contra o Eintracht Frankfurt em 1960.

Esta batalha épica teve nada menos que 10 gols marcados na vitória do time inspirado em Puskas pela quinta Copa Européia consecutiva. Esse jogo teve um recorde de 127.000 fãs presentes. Embora este possa ser visto como o melhor jogo do futebol, Hampden Park sem dúvida tem o direito de se gabar do maior gol do futebol.. 

Quem tem uma idade mais contemporânea conhece a última vez que o Real Madrid visitou Glasgow em 2002, quando o momento de brilho de Zinedine Zidanes deu ao gigante espanhol a nona vitória nesta competição. Sem dúvida é um dos maiores gols da ilustre história dos torneios. Embora, quando você considera a pessoa que marcou e os talentos que possuía, não deveria ser uma surpresa que era a magia de Zidanes em ação.k.  

Quem é apaixonado por futebol lembra o momento exato em que esteve e com quem esteve, e a pura explosão de alegria ao ver este gol se desenrolar. Pura magia. Classe pura. Um momento histórico, Zidane é um jogador para todas as idades. Não pode haver dúvida de que em ambos os lados do novo milênio, o futebol nada mais era do que um playground pessoal de Zinedine Zidanes, e todos nós estamos gratos por ter testemunhado isso..

De meados ao final dos anos 90, o meio-campista francês foi rotulado como algo especial, mas talvez com uma vantagem faltando em seu jogo. Ao mesmo tempo, pode-se argumentar que muita vantagem foi a característica que se revelou indesejável. Tudo mudou em 1998, quando ele levou a França à sua primeira final de Copa do Mundo da FIFA, em grande parte devido à contribuição significativa de Zidanes.. 

Dois cabeçalhos quase idênticos significavam que a França seria campeã do mundo pela primeira vez. Apenas dois anos depois, a equipe seria coroada como reis continentais vencedores do Euro 2000. Zizou, seu carismático maestro, exibiu algumas de suas melhores performances durante o torneio.

No entanto, o domínio do clube europeu ainda escapou ao maestro francês, e com um time tão talentoso no Santiago Bernabeu, conhecido como Galacticos, não era um caso de se, mas quando o Real Madrid voltaria a ganhar uma Copa da Europa. Essa saudação pessoal perdida foi finalmente entregue pelos esforços notáveis de Zidanes com seu sensacional voleio de vitória em 2002.2. 

Este desempenho apenas destacou o quão incrível ele era. Um esforço de voleio é aquele que anima qualquer torcida e, embora pareça fácil à vista, está longe de ser fácil de executar. Com apenas uma fração de segundo concedida a qualquer jogador que tente um, seus esforços geralmente podem ir longe do alvo. Quando você considera a rapidez com que um jogador deve posicionar seu corpo, ajustar seus pés corretamente e golpear a bola de forma limpa, você pode entender por que tantas tentativas falham.

No entanto, o fenômeno francês Real Madrids entregue. Com seu companheiro de equipe Roberto Carlos fazendo mais uma de suas corridas pela ala esquerda, seu cruzamento quase desesperado conseguiu encontrar Zidane na entrada da área. Embora a bola parecesse pairar no ar, o maestro estava bem ali, pronto para arrancá-la do céu. Um artista faz algo bonito do nada. Zizou pegou aquela cruz perdida e a transformou em pura beleza. 

Como o movimento de seu corpo estava em perfeita sincronia com a bola caindo no chão, ele lançou um golpe executado com perfeição. Assim que deixou sua varinha mágica de um pé, não havia nada que o goleiro do Bayer Leverkusens pudesse fazer. 

A grandeza acabara de ser alcançada, e não apenas a multidão em Hampden Park ficou maravilhada, mas os fãs de todo o mundo ficaram sem palavras por um ato tão extraordinário. Era um gol digno de vencer qualquer final. Essa foi uma meta que, com toda a honestidade, muitos contemporâneos nem ousariam tentar, muito menos ter sucesso.

Embora gols de longo alcance não sejam novidade, foram mais a graça e a elegância de seus movimentos, a forma do corpo e a força crua por trás disso que ficariam gravadas nas memórias dos fãs de futebol em todo o mundo. Este era um homem no auge de suas proezas. Zidane e seu gol histórico tiveram o maior papel na vitória do Real Madrids na Copa da Europa de 2002.s.

 

Você não precisa ser um torcedor francês ou fanático do Real Madrid para apreciar o talento hipnotizante que Zidane tinha à sua disposição. Hampden Park foi simplesmente o palco em que ele se apresentou na noite em que se juntou à elite absoluta de o jogo bonito. Junte-se a nós.

 

Seja um TENLEGEND.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados